Parintins promove primeiro Fórum do Selo UNICEF
Foto: Pitter Freitas

O selo UNICEF estabelece com os municípios estratégias e visa trabalhar juntamente com os gestores municipais a redução e combate a qualquer forma de vulnerabilidade, violência e violação de direito de criança e adolescente.

A Prefeitura de Parintins através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação (Semasth), realizou nesta terça-feira, 24 de julho, o primeiro Fórum do Selo UNICEF, que teve como objetivo diálogo e construção de políticas públicas voltadas à criança e ao adolescente com a comunidade. O fórum foi realizado de 8h as 14h no Centro do Idoso Pastor Lessa.

Participaram do fórum representantes do Juizado da Infância e da Juventude, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, secretarias estadual e municipal de educação, saúde, igrejas evangélicas e católicas, comissariado de menores e demais órgãos que trabalham em defesa dos direitos de criança e adolescente em Parintins.

O prefeito Bi Garcia abriu oficialmente o fórum, destacando a importância de Parintins aderir essa metodologia do selo UNICEF. “Isso significa que vamos fazer o melhor controle social, serviço de saúde e oferecer educação de qualidade em nosso município”, destacou

As demais autoridades enalteceram a importância das discussões que promovem a garantia de direitos, conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “Para a 2ª da Vara da Comarca de Parintins, responsável por esta demanda, é necessário que ela esteja próxima da população para escutar quais problemas que ela passa e, assim, fazer as decisões de forma correta”, relatou o juiz Saulo Góes Pinto.

O selo UNICEF estabelece com os municípios estratégias e visa trabalhar juntamente com os gestores municipais a redução e combate a qualquer forma de vulnerabilidade, violência e violação de direito de criança e adolescente. Parintins terá três anos para desenvolver essa estratégia. O prefeito Bi Garcia aderiu essa metodologia em 2017 e as ações começaram a ser desenvolvidas a partir deste ano para que em 2020 o município possa conseguir a validação do selo UNICEF.

“O selo UNICEF garante uma abertura de possibilidades para projetos, criação de programas a serem implantados no município, pois isso mostra a convicção de que a gestão municipal está compromissada na redução desses indicadores de vulnerabilidade social”, destacou a secretária da Semasth, Zeila Cardoso, que também é articuladora do selo UNICEF em Parintins.

Deixe um comentário