Os professores e servidores das Escolas de Ensino Fundamental e Centros de Educação Infantil da zona urbana e zona rural Terra Firme da rede municipal de educação, retornaram nesta terça-feira, 13, às respectivas escolas e turnos onde são lotados, conforme decisão aprovada pelo Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus – COVID-19, em reunião realizada no dia 21.08.2020.
Para o retorno seguro dos professores e demais servidores, as escolas receberam na sexta-feira, 09, os kits de materiais de higiene individual e coletivo de proteção ao novo Coronavírus.
A entrega dos kits obedece à portaria no 232/2020 da Secretaria Municipal de Educação que define as diretrizes para o retorno dos professores e demais profissionais da área pedagógica às escolas e as ações pedagógicas a serem desenvolvidas com alunos de forma não presencial.
Os kits de higiene individual e coletivos são compostos por álcool em gel e líquido 70%, máscara, luvas, touca, viseira, bota (A.S.G), jaleco (TNT), borrifador, dispenser (com pedal), tapete sanitizante, termômetro infravermelho. Para manter as escolas higienizadas os gestores recebem desinfetante, água sanitária, detergente, saco para lixo, saca de pano, papel higiênico, sabão em pó e barra, barragem, vassouras e rodo.
No ambiente escolar, os professores e demais funcionários deverão manter, preferencialmente no mínimo 1,5m (um metro e meio) de distância entre as pessoas; higienizar os sapatos nos tapetes higienizadores instalados nas portas de entrada das escolas; utilizar pias com água e uso de sabão e/ou outro dispositivo, como totem de álcool em gel ou álcool a 70% para higienização correta das mãos; usar obrigatoriamente máscara e protetor facial de prevenção do novo coronavírus, COVID-19.
O documento determina ainda que os Professores e funcionários do grupo de risco (a partir de 60 anos ou que tenham alguma comorbidade) mediante a apresentação de documentação comprobatória, trabalhem no regime home office, obedecendo os mesmos critérios para os demais professores e funcionários.
De acordo com o secretário de educação professor João Costa, neste momento só retornam os professores e demais funcionários às escolas seguindo todo o protocolo de prevenção e combate ao Coronavírus. Aula presencial com alunos ainda não tem data definida para retorno.
“Em nenhum momento colocaríamos em risco a vida de nossos professores e servidores da educação. Essa decisão do retorno foi tomada em conjunto e não de forma unilateral por mim. Se compararmos com outros espaços sociais como praças, lanchonetes, praias, agências bancárias, loterias, a escola é o local menos provável para a contaminação, pois todas as orientações de segurança serão respeitadas”, ressaltou o secretário professor João Costa.