Informações e Notícias de Parintins

Susam intensifica capacitação para Teste do Pezinho

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) vai intensificar o treinamento de profissionais da capital e interior para ampliação da coleta de Triagem Neonatal em 62 municípios do Estado. A partir de julho, os profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) e maternidades começam a receber a Qualificação na Triagem Neonatal, direcionada ao Teste do Pezinho.

A coordenadora do Programa Estadual de Triagem Neonatal, enfermeira Cleomirtes Sales, que vai ministrar a qualificação, afirma que a meta é ter pelo menos dois profissionais de cada unidade recebendo o treinamento para que sejam mutiplicadores e a coleta de material seja ampliada nos municípios.

“Precisamos descentralizar as coletas dentro dos municípios, para que as mulheres tenham um maior acesso ao Teste do Pezinho e o essencial, que todo recém-nascido seja submetido ao exame, porque quanto mais cedo ocorre o diagnóstico das anormalidades que são detectadas pelo teste, melhor para o tratamento do bebê e para evitar sequelas”, alerta.

Programação do treinamento – O primeiro polo a receber o treinamento é Manaus, nos dias 29 e 30 de julho. Durante os dias de treinamento, os profissionais de saúde dos municípios de Boca do Acre, Pauini, Lábrea, Tapauá, Manacapuru, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Iranduba, Caapiranga, Anamã, Manaquiri, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Novo Airão, Carauari, Itamarati, Envira, Ipixuna, Canutama, Anori, Juruá, Eirunepé, Guajará, Borba, Nova Olinda do Norte, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Beruri, Coari, Manicoré, Apuí, Codajás, Humaitá e Manaus, vão aperfeiçoar os conhecimentos e receber instruções de como aperfeiçoar a forma de coleta.

As enfermeiras Cleomirtes Sales e Cilicia Aquino e a bioquímica Lilian Wallace Moreira ministram o treinamento com os assuntos para os participantes com aulas praticas e teóricas.

O polo de Tabatinga recebe o treinamento nos dias 12 e 13 de agosto. Profissionais da saúde dos municípios de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Amaturá, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tonantins e Jutaí devem participar.

O polo de Itacoatiara com profissionais dos municípios de Urucará, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Silves, Urucurituba e Maués recebe a capacitação também no mês de agosto, nos dias 26 e 27.

Em setembro, Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos recebem o treinamento nos dias 16 e 17. Já os profissionais de Tefé, Alvarães, Maraã, Uarini, Juruá, Japurá e Fonte Boa passam pela capacitação nos dias 14 e 15 de outubro.

O Teste do Pezinho – O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece gratuitamente o Teste do Pezinho para seis doenças: doença falciforme, deficiência de biotinidase, fibrose cística, fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito e hiperplasia adrenal congênita. São doenças que não apresentam evidências clínicas no nascimento e que podem levar a deficiências mentais ou sequelas graves à criança, se não forem tratadas.

O teste deve ser realizado preterivelmente entre o terceiro e quinto dia após o nascimento. No Amazonas, todas as maternidades do estado e município estão aptas a realizar o exame. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nos Centros de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAICs) o teste é feito até o dia 28º dia. Após esse período, o teste é realizado apenas na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam).

A rede estadual de saúde garante atendimento com médicos especialistas para as seis doenças e o acompanhamento da criança nos serviços de referência em triagem neonatal existentes. A Fundação Hemoam é a referência no atendimento e acompanhamento para as doenças falciformes, e a Policlínica Codajás é referência no tratamento das demais doenças.

Os testes feitos na rede estadual cobrem 85% dos nascidos vivos no Amazonas. Em 2017, foram realizados 69. 367 exames para identificar as doenças em nascidos vivos no Estado.

Data comemorativa – No Brasil, no dia 6 de junho é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho. Desde 1992, o teste tornou-se obrigatório em todo o território nacional e hoje está previsto no Programa Nacional de Triagem Neonatal, adotado pelo Ministério da Saúde desde 2011. Pelo programa, o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza acesso universal e integral às triagens, conhecidas como Teste do Pezinho, da Orelhinha, do Olhinho, da Linguinha e do Coraçãozinho.

Nas unidades de saúde da capital e do interior, o Dia Nacional do Teste do Pezinho será comemorado com uma campanha de conscientização sobre a importância do teste com distribuição de informativos.

Comentários
você pode gostar também