Susam qualifica maternidades para o suporte avançado de vida em obstetrícia

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realiza a segunda edição do curso de suporte avançado de vida em obstetrícia neste fim de semana (15 e 16/02). A segunda turma da qualificação terá 34 médicos e enfermeiros da rede pública de saúde, que irão aprimorar seus conhecimentos em relação ao atendimento de partos prematuros, casos de hemorragia no final da gestação, eclampsia entre outros.

De acordo com a coordenadora da Rede Cegonha da Susam, Cilícia Aquino, os profissionais que ministram o curso têm vasta experiência no atendimento na área da obstetrícia, com mestrado e doutorado.

“A proposta do curso é padronizar as condutas e procedimentos realizados em situações de emergência e de urgência, a fim de melhorar a qualidade da assistência e otimizar o desempenho dos profissionais de saúde e das equipes de trabalho nos atendimentos hospitalares”, disse a coordenadora.

Cilícia ressalta que entre as principais causas de óbito materno no Estado estão a infecção puerperal, eclampsia e hemorragia pós-parto; temas que serão abordados no curso de suporte avançado de vida em obstetrícia.

Turmas – Cada maternidade do Estado recebeu fichas de inscrição, conforme o número de profissionais que integram o seu quadro. Todas as vagas da segunda turma já foram preenchidas. A terceira turma está prevista para o mês de abril. Já a primeira foi realizada em novembro do ano passado.

Teoria e prática – Os médicos e enfermeiros terão aulas práticas e teóricas com profissionais renomados, como o médico obstetra Marcos Roberto Ymayo. Com pós-doutorado em Ciências da Saúde, o médico é um dos fundadores da Also Brasil, sigla em inglês para Suporte Avançado em Obstetrícia, que é referência mundial de melhoria e uniformização da assistência multidisciplinar materna.

Administrado pela American Academy of Family Physician (AAFP), o curso é desenvolvido em forma de aulas e workshops, utilizando modelos de tamanho natural e tem duração de dois dias.

Ao final, as turmas passam por provas escritas para avaliação do conhecimento técnico e provas práticas para verificação do desempenho do profissional frente a diferentes situações.

Os participantes aprovados no curso receberão certificado reconhecido internacionalmente emitido pelo Also Brasil e AAFP.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/SUSAM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui