Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Com apoio da Prefeitura de Barreirinha, 30 indígenas Sateré-Mawé recebem carteira de aquaviário

Ação realizada pela Marinha do Brasil, em parceria com a Prefeitura de Barreirinha, Diocese de Parintins e Conselho Geral da Tribo Sateré-Mawé (CGTSM), resultou na habilitação aquaviária de 30 indígenas do povo Sateré-Mawé residentes no rio Andirá.

Na manhã de ontem (29), aconteceu a cerimônia de formação no salão paroquial de Nossa Senhora do Bom Socorro, com a presença do prefeito Glenio Seixas, vice-prefeito Ridson Barbosa, presidente da Câmara Municipal, Ronan Barbosa, e do Agente da Capitania dos Portos em Parintins, Capitão-tenente Washington Souza.

As capacitações ofertadas foram de auxiliar de marinheiro, de máquinas e de convés. “Isso é resultado de uma união para que nós pudéssemos atender nossos parentes indígenas sateré-mawé. Sabemos que o principal meio de locomoção desse povo é por meio dos rios, por isso, a nossa preocupação é que todos possam trafegar com segurança”, comentou o vice-prefeito, Ridson Barbosa.

De acordo com o agente da Capitania dos Portos em Parintins, Capitão-tenente Washington Souza, o curso que aconteceu no mês de abril contribui para viagens com mais segurança. “Hoje conseguimos concretizar a formatura com a entrega de carteiras a esses aquaviários. Colocamos nos nossos rios aquaviários com conhecimento e mentalidade marítima para conduzir as suas embarcações”, disse.

O indígena Ednei Nogueira, beneficiado com a ação conjunta, comentou sobre a satisfação ao realizar o curso. “Para nós é muito gratificante esse curso que fizemos dentro de nossa área indígena, que com certeza vai proporcionar ajuda para nossos parentes através das embarcações. Somos muito gratos por isso”, disse.

-publicidade-